RCI founding2 Image own work

A Internacional Comunista Revolucionária chegou! 

Após uma semana fantástica de ideias revolucionárias e relatos inspiradores de todo o mundo, após muitos meses de preparação por milhares de camaradas em dezenas de países, a conferência fundadora da Internacional Comunista Revolucionária (ICR) terminou com uma votação unânime para lançar esta nova Internacional. Mas isto é apenas o começo. Estamos a construir o partido mundial do comunismo revolucionário e precisamos da tua ajuda. Junta-te à recém-fundada ICR, estuda as ideias genuínas do marxismo e ajuda-nos a lutar pela revolução em nossas vidas! 

A conferência fundadora foi um sucesso estrondoso. Dois anos atrás, quando todas as reuniões eram restritas ao zoom, realizamos uma Universidade Marxista Internacional online tremendamente bem-sucedida com 7.700 participantes. Os eventos desta semana reuniram o mesmo número online em mais de 120 países, bem como 500 camaradas pessoalmente, aqui em Itália. Este foi um evento verdadeiramente internacional. 

Angariámos uns impressionantes 488 930 euros, realizámos mais de 20 debates sobre todos os elementos fundamentais do nosso programa, destilados no nosso Manifesto, que também foi aprovado por unanimidade. Coroamos esta excelente semana com a fundação oficial da Internacional Comunista Revolucionária. 

Para mais informações sobre os acontecimentos da primeira metade desta semana, pode ler os relatórios do primeiro e terceiro dia da conferência. 

Construindo partidos comunistas revolucionários 

A sessão de encerramento da nossa conferência fundadora deu uma visão geral dos avanços fenomenais feitos pela nossa organização em todo o mundo. Hamid Alizadeh, do Secretariado Internacional da ICR , ao apresentar a discussão, salientou que não há nada como a ICR em nenhum lugar do mundo. Nenhuma outra organização se aproximou seriamente das ideias genuínas do marxismo e das verdadeiras tradições do comunismo revolucionário. 

A ICR pode ser nova, mas as nossas raízes são profundas. Um fio ininterrupto nos conecta às ideias de Marx, Engels, Lenin e Trotsky. Como observou Hamid: “Somos uma organização revolucionária, sempre fomos uma e sempre seremos uma“. 

Nas décadas anteriores, nós, os verdadeiros comunistas, éramos talvez a força mais fraca da política.  Mas se fôssemos numericamente fracos, teríamos outra coisa que a longo prazo é decisiva, cujo valor nenhum dos nossos concorrentes compreendeu: a teoria marxista, cujo foco não abrandará à medida que crescemos. 

Crescimento explosivo em todo o mundo 

Durante a discussão, camaradas de toda a Internacional explicaram os impressionantes sucessos que levaram à fundação do ICR. Em abril de 2023, tínhamos 4.400 camaradas internacionalmente, mas em apenas 12 meses crescemos para 6.500. É apenas uma questão de semanas até que a ICR atinja 7.000 camaradas – um marco importante no nosso desenvolvimento. A Internacional cresceu quase 50% num ano, com algumas seções crescendo até 150% no mesmo período, como nossa seção dinamarquesa que agora tem 247 camaradas. 

Atualmente, a ICR tem seções completas em 26 países, com grupos consideráveis em 12 outros países trabalhando para se candidatar a se tornar seções. Quando se adicionam grupos e indivíduos menores em todo o mundo, temos camaradas construindo o trabalho do ICR em mais de 70 países. 

A Grã-Bretanha é atualmente a maior seção da ICR, com mais de 1.200 camaradas e mais de 100 filiais em todo o país. Tendo acabado de fundar o seu Partido Comunista Revolucionário, os camaradas britânicos foram inesperadamente catapultados para os holofotes após a demolição televisiva pela camarada Fiona Lali da conservadora de direita Suella Braverman, que se tornou viral.  

Agora, os camaradas britânicos lançaram uma campanha eleitoral para eleger Fiona para o Parlamento, que teve uma receção tremenda. Pela primeira vez, na Grã-Bretanha, encetámos um diálogo com as massas. O objetivo dos camaradas de construir um grupo de 10.000 combatentes de classe treinados no próximo período parece bem ao alcance! 

No Canadá, o recém-fundado Partido Comunista Revolucionário é agora maior do que qualquer grupo autoproclamado “revolucionário” no país, com 820 membros espalhados pela maioria das principais cidades do país. Tais sucessos são espelhados ao sul da fronteira nos Estados Unidos, onde os comunistas revolucionários agora têm mais de 800 camaradas, refletindo uma surpreendente taxa de crescimento de 150% desde agosto de 2023. Nas próximas semanas, os camaradas marcarão este sucesso fundando os Comunistas Revolucionários da América. 

O relatório norte-americano pôs em evidência a audácia dos nossos camaradas. Como noticiámos ontem, o camarada da RCA, Milos Minos, foi ameaçado de 90 dias de prisão, devido ao enorme impacto dos seus folhetos que expõem a exploração dos trabalhadores no Aeroporto Internacional de Minneapolis. Trata-se, evidentemente, de um ataque com motivações políticas, e os camaradas nos EUA tencionam fazer uma campanha enérgica para que as acusações sejam retiradas. 

No Paquistão, a ICR tem agora 705 membros, que tomaram a decisão de fundar um Partido Comunista Revolucionário em dezembro deste ano. Isto irá, sem dúvida, detonar como uma bomba dentro da política paquistanesa. Vai, como disseram Hamid e o camarada Adam Pal, do Paquistão, “fazer-nos muitos inimigos, mas muitos mais amigos“. Adam condenou ferozmente o sistema capitalista podre no Paquistão, que os nossos camaradas se comprometeram a destruir. Destacou a situação em Caxemira, onde aumentos de preços paralisantes estão a levar inúmeros trabalhadores e camponeses a lutar contra a repressão, como um exemplo do que a ICR procura derrubar.   

Os camaradas também deram relatórios inspiradores sobre o desenvolvimento do nosso trabalho em países onde anteriormente tínhamos pouca presença. Por exemplo, na Irlanda, a conferência de fundação dos Comunistas Revolucionários da Irlanda teve lugar no início deste ano. Os camaradas publicaram a primeira edição do seu jornal e estão a trabalhar na construção do aparato organizativo. Um trabalho semelhante está a desenvolver-se rapidamente na Finlândia, onde existem agora 27 camaradas da ICR – contra apenas três em 2023. 

És comunista? 

Hamid explicou que o imenso crescimento da ICR prova a justeza da nossa campanha “És comunista?“. Há inúmeros trabalhadores e jovens em todos os países do mundo, que estão ativamente à procura do comunismo, e nada menos. O facto de termos compreendido isto e de nos voltarmos decisivamente para esta camada constitui todo o segredo do nosso sucesso. 

Mas, como Hamid observou, há uma camada ainda maior de pessoas que ainda não se veem como comunistas, mas que estão cheias de raiva e frustração com o estado da sociedade. Eles odeiam seus chefes. Odeiam os políticos. Eles não têm nada além de desprezo pelos média mentirosos. Estão à procura de uma saída. Estas pessoas podem ainda não ser comunistas, mas estão abertas a serem persuadidas. Precisamos aprender a falar com essas pessoas: apresentando nossas ideias de uma forma que possa ser compreendida e que se conecte com as lutas da vida cotidiana de milhões de homens e mulheres comuns. 

Nosso consistente trabalho revolucionário atraiu não apenas uma enxurrada de novos camaradas, mas também os ataques da classe capitalista. Na Áustria, na Grã-Bretanha, na Dinamarca, na Suíça, nos EUA e noutros lugares, os nossos camaradas têm sido alvo de ataques políticos na imprensa de direita e por parte dos partidos capitalistas estabelecidos. Naturalmente, congratulamo-nos com a sua indignação e com a publicidade gratuita! 

A classe dominante ataca-nos porque estamos começando a nos conectar com o clima real da sociedade, que é de raiva palpável contra o sistema capitalista podre. Por isso, a determinação dos camaradas só é reforçada por tais ataques, que também atraíram para nós uma camada mais ampla de trabalhadores e jovens. 

Palestina livre! 

Um dos focos do trabalho da ICR nos últimos meses tem sido o movimento palestiniano em todo o mundo. Desde o início, os nossos camaradas têm estado na linha da frente desta luta e, em particular, da onda internacional de acampamentos estudantis que varreu mais de 100 universidades. 

Há um clima de frustração e raiva no movimento de solidariedade com a Palestina. O que falta é uma liderança política clara para dar expressão a este estado de espírito. Há um enorme vazio a preencher.   

Isto explica o enorme impulso por detrás da campanha eleitoral de Fiona na Grã-Bretanha. Ela recebeu milhões de visualizações nas redes sociais e conquistou centenas de milhares de novos seguidores, que a veem como um farol para denunciar sem medo a hipocrisia dos criminosos de guerra capitalistas.  

Hamid destacou que a incrível publicidade de nossas ideias mostra como “devemos aprender a pensar maior“. A campanha da Fiona é uma antecipação local das oportunidades que se abrirão à medida que a ICR cresce, tornando possível alcançar camadas cada vez maiores com o nosso programa e ideias. Mas, para isso, temos de aprender a arte de aproveitar essas oportunidades para construir. 

Realizações notáveis 

O crescimento da ICR ao longo do último ano lançou as bases para um importante passo em frente em todos os aspetos do nosso trabalho. 

Wellred Books, a editora da ICR, tornou-se a única editora no mundo que publica consistentemente a teoria marxista. A recente republicação do livro “O esquerdismo: doença infantil do comunismo, de Lenine, com uma nova introdução, bem como a publicação de uma nova coletânea de escritos selecionados de Lenine sobre a Guerra Imperialista são armas valiosas no arsenal teórico dos comunistas em todo o mundo. 

Apenas nos primeiros seis meses deste ano, a Wellred Books vendeu 11.700 livros, em comparação com 4.500 em todo o ano de 2020. Isso mostra a incrível sede de ideias revolucionárias que existe na sociedade. Cerca de um terço dos livros vendidos foram cópias de Em Defesa de Lenine, de Rob Sewell e Alan Woods, uma obra indispensável sobre o maior revolucionário da história, publicada por ocasião do centenário da sua morte. 

A revista Em Defesa do Marxismo , a revista teórica trimestral da ICR, também teve o seu melhor ano de sempre. A última edição vendeu 4.200 exemplares e está sendo traduzida para espanhol, francês, português, italiano, árabe, alemão, chinês, indonésio e russo. A caricatura do marxismo pinta-nos como preocupados apenas com questões económicas do pão. Isso está longe de ser verdade, e o próximo número abordará a importante questão da abordagem comunista da arte e da cultura, apresentando artigos sobre poesia, drama grego e um ensaio-chave de Trotsky sobre cultura e socialismo.  

Também tomamos muitas novas iniciativas de sucesso, incluindo o podcast Internacional Espectro do Comunismo, que foi lançado no ano passado, já atingiu 280.000 plays e tem 10.000 seguidores. O podcast produziu dezenas de episódios, cobrindo uma ampla gama de tópicos teóricos, bem como eventos atuais. Temos grandes planos para o Espectro do Comunismo no próximo período, então fica atento! 

Solidariedade internacional 

Como Hamid, e mais tarde Alan Woods comentaram nas suas observações finais, estamos construindo um partido de luta comunista no meio duma sangrenta e brutal guerra de classes que está-se desenrolando em todo o mundo. Um lembrete gritante disso veio no penúltimo dia da conferência, quando recebemos a notícia de uma repressão do governo contra os líderes de um movimento de massa em curso contra aumentos incapacitantes de preços de bens essenciais na Caxemira controlada pelo Paquistão.  

Os camaradas votaram unanimemente a favor de uma declaração em total solidariedade com os perseguidos pelo Estado paquistanês. O texto integral desta declaração está disponível aqui

Também recebemos notícias dos nossos camaradas húngaros, de que o seu grupo de watch party da fundação da ICR foi violentamente desmantelado por um bando de fascistas, tendo um camarada sido hospitalizado. Toda a conferência ficou chocada com a notícia e enviou imediatamente uma mensagem de solidariedade. 

Como comunistas, estamos unidos contra bandidos reacionários vis e nos recusamos a recuar diante de tais ameaças. Um ataque para um é um ataque para todos! Não nos deixaremos intimidar! 

Os comunistas chegaram! 

A conferência de fundação da ICR foi verdadeiramente um acontecimento histórico, como nenhum camarada jamais tinha experimentado. Alan Woods, no seu discurso de encerramento, falou em nome de todos os participantes quando disse: “Nunca na minha vida vi um encontro tão inspirador como este.” 

Hamid, citando Sobre a Fundação da Quarta Internacional, de Trotsky, resumiu o que agora significa ser membro da RCI: 

Os grandes acontecimentos que se precipitam sobre a humanidade não deixarão destas organizações ultrapassadas uma pedra sobre a outra. Só a Quarta Internacional olha com confiança para o futuro. É o partido mundial da Revolução Socialista! Nunca houve uma tarefa maior na Terra. Sobre cada um de nós recai uma tremenda responsabilidade histórica. 

“O nosso partido exige de cada um de nós, total e completamente. Deixem os filisteus caçar a sua própria individualidade no espaço vazio. Para um revolucionário entregar-se inteiramente ao partido significa encontrar-se. 

“Sim, o nosso partido leva cada um de nós na totalidade. Mas, em troca, dá a cada um de nós a mais alta felicidade: a consciência de que se participa na construção de um futuro melhor, de que se carrega nos ombros uma partícula do destino da humanidade e de que a vida não terá sido vivida em vão.” 

É isso que a ICR oferece a cada um de nós. A confiança e o otimismo de saber que temos o mundo para ganhar, e que sabemos precisamente como ganhá-lo. No entanto, embora todos regressemos aos nossos respetivos países a partir desta conferência cheia de entusiasmo sem limites, regressamos também plenamente conscientes da seriedade do nosso trabalho. “Não te oferecemos uma vida confortável“, disse Alan aos camaradas. “Mas uma vida de muita luta.”  

Inspirou-se no exemplo de Espártaco, a quem Marx já nomeou o melhor representante da antiguidade. Este homem notável levantou um exército de escravos e desafiou o poder da República Romana, obtendo muitas vitórias. Para explicar como os escravos podiam derrotar a força militar mais poderosa de sua época, o exército romano, os proprietários de escravos inventaram todos os tipos de lendas: que Espártaco nasceu da realeza trácia; que sua esposa era uma mágica, etc. Alan citou o excelente filme de Stanley Kubrick de 1960 sobre a vida de Spartacus, que retrata seu herói numa conversa melancólica com sua esposa Varinia após uma batalha bem-sucedida. 

Varinia pergunta a Espártaco por que ele não comemora sua vitória, ao que Espártaco responde que ele não sabe ler, que ele sente essa marca de sua escravidão, e gostaria que ela o ensinasse. É disso que se trata a revolução: a luta da alma por uma vida digna dos seres humanos. 

Numa anedota final, Alan relembrou uma conversa com uma mulher que realmente viveu tal evento. Enquanto estudava na Universidade Estatal de Moscovo, Alan conheceu uma mulher idosa que testemunhou a Revolução de outubro em 1917. Mais tarde, passou 17 anos nos infernais campos de concentração de Estaline. Alan explicou como todos os anos de dor e dificuldades se retiraram do seu rosto quando lhe perguntou sobre a sua experiência na Revolução de outubro. 

Você não pode imaginar como era“, disse ela. “Foi uma elevação espiritual.” Nesse momento, seu rosto contraiu-se novamente e ela acrescentou: “não como agora“. 

Hoje, temos de terminar o que foi iniciado pelos bolcheviques há mais de 100 anos. Temos de reatar o nó da história cortado pelos crimes do estalinismo e construir uma verdadeira Internacional Comunista Revolucionária que possa conduzir os trabalhadores do mundo à vitória final. 

A ICR foi fundada, mas agora o trabalho começa! Crescer, construir o partido mundial da revolução socialista. Não há causa maior na terra do que esta, por isso, se ainda não te juntaste a nós nesta luta, esta é a hora

Recuperar o atraso 

Caso tenhas perdido as palestras e debates da última semana, podes recuperar tudo no canal youtube da Internacional Comunista Revolucionária. 

Spread the love

About In defence of Marxism

Check Also

communist header

Escola Mundial do Comunismo

A Internacional Comunista Revolucionária será fundada dentro dias em Itália. Por todo o mundo foram …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial